Dossier
Atentados de Paris de 13 de Novembro de 2015

Os atentados em Paris, perpetrados por terroristas no dia 13 de Novembro, são dos mais sangrentos na Europa nos últimos 10 anos. O balanço provisório dá conta de 129 mortos e mais de 352 feridos, 80 dos quais em estado grave. A França decretou o estado de emergência e restabeleceu o controlo de fronteiras na sequência daquilo que o Presidente François Hollande classificou como “ataques terroristas sem precedentes no país”.

Paris/AtentadosProcuradoria de Paris diz que cérebro dos atentados não foi detido

O alegado cérebro dos atentados de Paris, Abdelhamid Abaaoud, não se encontrava entre os oito indivíduos detidos quarta-feira em Paris, disse o procurador de Paris, François Molins. No entanto, o Washington Post contradiz o procurador e noticía que Abaaoud foi morto durante a intervenção policial, citando duas fontes das secretas francesas. Mais

Atentados em ParisSalah Abdeslam é o homem mais procurado do momento

Ao quinto dia após os piores atentados em França, a polícia ainda não sabe explicar por que razão Salah Abdeslam não se explodiu. Medo de morrer? A família, originária de Marrocos, diz que não sabe. O irmão, Brahim Abdeslam, fez-se explodir no Boulevard Voltaire. Um outro irmão, Mohamed, garante que desconhece a localização do irmão Salah. Mais