Estudo

Liberdade de imprensa influencia desenvolvimento económico e mercados

Foto: Peggy Conrardy

A liberdade de imprensa pode ser um veículo para o desenvolvimento económico e para a volatilidade dos mercados, defende um grupo de investigadores da Universidade do Luxemburgo.

No estudo apresentado, a livre circulação de informação num país pode influenciar positivamente as variações da cotação de um ativo e oscilações de preços.

Nos países em que há maior liberdade de imprensa, há também maior desenvolvimento económico. O professor Thorsten Lehnert e dois alunos analisaram a relação entre a liberdade de imprensa e as características de mercado, em 50 países.

Imprensa influência economia

“A liberdade de imprensa contribuiu positivamente para a economia e para os mercados e podendo ser utilizada como uma vantagem para as empresas, que assim só correm riscos mínimos e necessários para o crescimento económico”, afirma o professor.

O investigador acredita que não se deve reduzir a atividade da imprensa porque ela está relacionada com o bem-estar e desenvolvimento dos mercados e ao ser colocada em causa, poderá diminuir os resultados económicos.

Em “ambientes livres”, os agentes económicos como empresas, políticos ou investidores devem ter o maior e melhor acesso à informação.

Em regimes “fechados”, nos quais os governos controlam toda a informação, as notícias de economia podem ser eliminadas ou diminuídas, o que gera uma quebra de confiança e por conseguinte, diminui o investimento.

“Deve-se incentivar a liberdade e a independência da imprensa porque além da economia, é parte integrante da sociedade democrática”, terminou o professor universitário.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.